Candles ou candlesticks, uma ferramenta para interpretar o movimento de preços das ações

Quando você começar a estudar os gráficos formados pela movimentações dos preços nas bolsas de valores vai deparar com coisas assim:

grafico-da-bolsa-de-valores.jpg

É um pouco diferente daqueles gráficos parecidos com eletrocardiogramas que você via nos quadrinhos, no escritório do Tio Patinhas. Esse tipo de gráfico traz mais informações. A ferramenta que possibilita isso é chamada de candle ou candlestick, uma importante figura para a Análise Técnica do mercado de ações:

candle_de_alta_e_candle_de_baixa.jpg

Sim. Os candles parecem uma vela com dois pavios. Daí o nome. Elas foram criadas no Japão em meados do século XVIII, nas antigas bolsas de arroz de Osaka.

Quando vazadas ou claras são de alta. Quando escuras, são de baixa.

O pavio de cima corresponde ao preço mais alto do período avaliado, seja um dia, uma hora, quinze, cinco ou um minuto. O pavio de baixo é o preço mais baixo atingido durante o período.

A parte mais grossa do candle corresponde à variação entre a abertura e o fechamento do preço durante o tempo em que a ação é observada.

Se você você analisa um candle claro – de alta -, deve considerar que o preço de abertura do período analisado é o de baixo e o de fechamento, o de cima. Claro: se é um candle de alta, faz sentido pensar que ele começou mais barato e terminou mais caro.

O raciocínio é ao inverso se for um candle de baixa. Considere então que o preço de abertura é o de cima e o de fechamento é o de baixo. Os preços começaram com determinado valor e durante um dia – por exemplo – foram caindo e chegaram ao valor correspondente ao fechamento.

A seqüência de candles muitas vezes formam padrões que ajudam ao analista e ao investidor preverem com mais ou menos precisão o que o mercado reserva a seguir.

Alguns desses padrões têm nomes um tanto sugestivos e até engraçados como Bebê Abandonado na Baixa, Martelo Dragão Voador de Alta, Three White Soldiers Bullish, Black Cloud e outros. Se tiver curiosidade, algumas páginas ensinam padrões de candles mais famosos.

Por enquanto, o que didaticamente é interessante o iniciante na bolsa de valores saber é o significado de cada um desses momentos:

  • Preço de abertura: grosso modo, mas não necessariamente, a opinião dos leigos.
  • Preço de fechamento: tende a refletir a opinião dos profissionais. Depois de observar a movimentação de preços durante o dia, no final ficam mais ativos e influenciam o final do pregão.
  • Preço máximo: o limite da força dos compradores que, com suas compras, empurraram o preço para cima.
  • Preço mínimo: o limite da força dos vendedores que, com suas vendas, empurraram o preço para baixo.
  • A distância entre a máxima e a mínima: quanto maior, maior a atividade daquele mercado. Uma distância grande – um candle compriiiiiido – revela um mercado em ebulição. Uma distância pequena, um mercado com pequeno interesse.

Os gráficos de suas ações também podem ser vistos em linha, como aqueles que havia no escritório do Tio Patinhas (em geral com uma linha que saía do quadro e ia em direção ao teto).

Mas isso é uma outra história que deve ser contada em outra ocasião.

Avaliação média: 5
Total de Votos: 2

Candles ou candlesticks, uma ferramenta para interpretar o movimento de preços das ações

12 comentários em “Candles ou candlesticks, uma ferramenta para interpretar o movimento de preços das ações”

  1. Excelente artigo. Não saberia o nome das figuras para procurar sobre esta duvida. Agora sei que chamam-se Candles e já sei como analisar. Parabéns!

    Resposta: Valeu! Muito obrigado! Vou assinar o seu feed e acompanhar o que você escreve também. Abraços!

  2. Cara, muito bom o site. Estava procurando essas informações e ilustrações de candles a muito tempo.
    Continuem melhorando que vai ser muito útil pra mim e outros, com certeza.
    Já está nos favoritos!
    Abraços

    Cristovam

  3. Valeu, Cristovam! Vou continuar a série sobre candles, sempre procurando dar uma visão pessoal, para ficar mais fácil de memorizar e aplicar no dia a dia. Abraços!

  4. Creio ser desnecessário elogiar o artigo e o site novamente em um 4º comentário, já que estamos todos de acordo sua qualidade, objetividade e indispensabilidade para nós, uns iniciantes na bolsa.

    Eu tenho uma dúvida a respeito do artigo supra:

    “[i]Os gráficos de suas ações também podem ser vistos em linha, como aqueles que havia no escritório do Tio Patinhas (em geral com uma linha que saía do quadro e ia em direção ao teto).

    Mas isso é uma outra história que deve ser contada em outra ocasião.[/i]”

    Onde eu encontro um site em que seja disponibilizado um acompanhamento gráfico no padrão de candles?

    É que só encontro gráficos lineares, que, apesar de serem mais fáceis de entender, não carregam toda essa carga de detalhes que os japoneses conseguiram enfiar nas candles.

    (Eu mesmo mal domino a técnica de interpretação dos gráficos candles, mas quero me habituar a isso e aprimorar minhas noções práticas…)

  5. ALESSANDRO!PARABENS VC COLOCA AS INFORMAÇÃO COM UMA PRONUNCIA FACÍL.
    FICO FELIZ POR VC SER BRASILEIRO,SINTO ORGULHO QUANDO ECONTRO INFORMAÇÃO DESTE NIVEL NA INTERNET ESCRITA POR UM BRAZUCA.
    PARABENS CARA CONTINUE NOS ABASTECENDO COM ESTES CONHECIMENTOS.

  6. Parabéns pelo excelente artigo ! Este site é indispensável não só para iniciantes mas também para profissionais que operam no mercado de ações.

    Deixando uma dica pro pessoal, tem um site que disponibiliza um detector automático de formações de candles:

    http://www.snakeinvest.com

    Vale a pena dar uma conferida.

    Att,

    Alex.

  7. Parabens pelo didatico comentario sobre candlles na Bolsa de Valores, quero continuar fazendo o curso que vc proporciona e se possivel receber dicas em meu email para aprimorar os conhecimentos.
    Muito obrigado.
    Feliz Ano Novo.
    Roberto Elias.

  8. Por mais que leio não consigo entender nada. A culpa não é sua e´que infelizmente td é muito novo para mim. Mas vou continuar e conto com vc. BY

  9. otima forma de apresentação tecnica de facil aprendisado, gostei da lingugem

  10. Como os gráficos “candle” representam a relação de forças entre compradores e vendedores, poderia também ser útil para análise de outros fenômenos como chuvas, populações e audiências? Existe um exemplo clássico de outra aplicação para esse tipo de gráfico?

Deixe um comentário